Pages

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Bruna e Taysan - 2 anos e 5 meses


Meninas, a história de hoje é da Brunina Loureiro. Membra ativa das nossas comus. Essa história aqui me rendeu 3 páginas do meu word (contada por ela). Redigi do meu jeitinho (como sempre) e espero que agrade (principalmente a protagonista ^^).

Antes de contar a história tenho que explicar que eles já são noivos há 1 ano e 5 meses (por isso tem uma foto a mais meninas), ok?

Tudo começa em 2006. A Bruna era comprometida com um rapaz que estudava na mesma escola dela. O namoro já durava há mais de um ano. A mãe da Bruninha tinha uma grande amiga (até então a futura sogra da Bruna) que num dia qualquer foi visitar a D. Ana Paula (mãe da Bruninha). Bom, dizem que as mães são anjos que Deus nos envia para a nossa proteção. Bastou a D.Silvia olhar para a Bruna pra sair soltando que tinha dois filhos e que ela precisava conhecer o mais velho (o Taysan). A Bruninha deu a desculpa que tinha namorado, mas o que ela não espera era que a D. Silvia lhe dissesse: “namoros acabam”. E acabou mesmo.

A D.Silvia sempre mandava recado pela D. Ana Paula para Bruna add o Taysan no orkut e no msn, dizendo que era só procurar o rapaz com tatuagem de estrelas nas costas, ou que passasse o msn dela. Ela resolveu anotar o msn num papel e mandar pela mãe. Só que o papel se perdeu no caminho.

Semanas se passaram e a Bruna nem se lembrava da existência do rapaz. Até que um dia (como aqueles que você vai na casa de uma amiga pra sair e fica na net e add um rapaz de tatoo nas costas.

Algum tempinho se passou até que os dois se encontraram no msn. Começaram a bater papo e quanto mais ele falava sobre ele, mais a Bruna tinha certeza que os dois não combinavam.

Ela acabou descobrindo que ele morava a 10 minutos da casa dela (é Carol, despercebida como você ^^). Algumas noites de conversa pelo msn ainda rolaram até que ele pediu pra conhecer a Bruna. Os dois se encontraram num clube (é Carol como você ¬¬). Bom, o dia da festa chegou e ela ficou na frente do clube esperando por ele. Ele passou correndo e ela o segurou pela camisa e foi logo se apresentando. Eles combinaram de se encontrar dentro do clube. Quando a festa começou a Bruna encontrou um garoto que queria ficar com ela. Os dois acabaram ficando. Quando ela já estava indo embora encontrou novamente o Taysan. Ela foi fria com ele dizendo que tinha que ir.

Mais de um mês se passa e a Bruninha volta com o ex dela (o tal da escola). A notícia não foi muito bem recebida pelo Taysan. Mais alguns dias se passam e o Taysan começa a ficar com uma garota (no fundo no fundo era pra confrontar a Bruna ^^). Logo depois o Taysan e essa garota começaram a namorar. :/

Até que a Bruninha tomou a decisão (final) de terminar com o garoto da escola. Falou isso pro Taysan e ele ficou beeeeem animado =) Mas ele estava comprometido.. :/

Em um sábado a Bruna falou com a D. Silvia pelo orkut. Ela disse que iria até a casa da Bruna, daí a Bruninha pediu que ela levasse o Taysan. Os dois chegaram na casa dela e a Bruna convidou ele para ir a um aniversário com ela. Acabou que foi toda a família e a diversão rolou solta. Os dois começaram a ser ver mais vezes, e cada vez mais o clima rolava. Só uma coisa atrapalhava os dois de ficarem juntos: a namorada dele.

A Bruninha pegou catapora e ainda em fase de recuperação foi a um churrasco (aff maria! To começando a achar que o povo que gosta de churrasco é carioca e não gaucho.. diga lá Bia e Gabi!) que a família dela tinha marcado. O Taysan também foi, e rolou bastante conversa entre os dois nesse dia. O outro final de semana foi a mesma coisa. Rolou uma aposta nesse dia (que nem ela mesma lembra o que era). A única coisa que ela me disse foi que quem ganhasse poderia pedir qualquer coisa. Bom, quem ganhou a posta foi ele. E o pedido dele foi para ir até a área de serviço ver o cachorro dela (pretexto ^^). Foi em frente ao cachorrinho da Bruna que rolou o primeiro beijo XD

O fica continuou (com apenas um detalhe: ele ainda estava namorando). Até que a Bruna teve que mandar uma atitude que muitas que vão ler isso aqui já fizeram: “ou ela ou eu.” :/

O prazo dele era mandar uma mensagem pra ela até domingo a noite, se não.... o recado tava dado. O celular dela tocou domingo a noite dizendo “acabei meu namoro agora”. Até que no domingo o irmão dela viu os dois se beijando e todos ficaram sabendo =)

Na virada de 2006 para 2007 a família dos dois estava reunida, e na hora dos fogos ele a abraçou por trás e a pediu em namoro... ela aceitou. .)

E, acreditem meninas, na virada de 2007 para 2008, exatamente a meia noite, a D Silvia desligou o som, o filho dela subiu em uma escada e pediu a Bruna em casamento... =D

Bom, aqui termina a explicação da história da Bruna e do Taysan, mas os dois duram até hoje...

2 anos e 5 meses juntos

1 ano e 5 meses de noivado

Acho que a Bruna é a única noiva entre nós (oficialmente). Espero que o próximo passo de cada uma esteja perto, e que essa saga de “D. Maria” (pra quem não sabe é como eles chamam mulher de marinheiro, depois de boyzinha e NM) termine.

Parabéns Bruninha pelo tempo enoooorme que vocês estão e por esse futuro casamento.

Por mas que você nem lembra que você foi a primeira pessoa a falar comigo na comu (^^) você me recebeu muito bem lá.

Beijinhus minhas boyzinhas XD

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Momentos...

Meninas... acho que não é novidade nenhuma que eu gosto de escrever nas horas vagas. Logo que eu comecei a namorar com o Txuco eu preenchia o vazio que eu sentia escrevendo. Semana passada encontrei um pedaço de papel que me surpreendi quando eu li. Caraca, eu escrevia tanto que nem lembrava que aquele papel existia. Mas depois que eu li, lembrei de onde ele tinha vindo... foi numa noite (como daquelas que você não consegue dormir). Eu sinto falta dele a todo tempo (como todas vocês) mas há horas que a saudade é muita... e eu choro. E são nesses momentos inspiradores e sensíveis que eu desabafo num pedaço de folha qualquer. Então esse pequeno texto que vocês vão ler era o que eu tava sentindo naquele momento, mas ao mesmo tempo é o que todas nós sentimos o tempo todo... S2


Sabe aqueles momentos que você deita na cama, agarra o travesseiro, vira pro lado e fecha os olhos??... E a primeira imagem que lhe vem a mente é a daquela pessoa que te faz sorrir só por lhe chamar por um apelido carinhoso. Aquela pessoa que tem o brilho mais reluzente do mundo, e as mãos mais perfeitas que já lhe tocaram. Aquela pessoa que sabe fazer o mundo parar quando te abraça, e você se sente uma criança novamente, perdida naqueles braços que você sabe que são só seus.
Sabe quando você lembra da escola e daquela garota que jamais lhe deu bola, e hoje em dia você esfrega os olhos e se belisca toda vez que diz que é sua para sempre??
Sabe quando você lembra daquela cena de um avião levando a pessoa que você mais ama? E você vai se espremendo por dentro cada vez mais quando a distância entre você e aquele avião aumenta.
Sabe quando você escuta aquela música e o coração vai apertando quando vai chegando o momento do refrão... Aí você não agüenta mais o aperto e uma lágrima de saudade corre pelo seu rosto, e vai até a sua boca, e você sente aquela dor, e sente o quanto necessita de um carinho...
Sabe quando você vai chegando pertinho, fazendo carinho, olhando para cada detalhe do rosto, e vai se aproximando cada vez mais, e de repente você se encontra de olhos fechados, e braços te envolvendo para perto de outro corpo e o mundo para, e você ouve aquela música e sente a melhor sensação do mundo: AMAR!
Sabe quando você tem a sensação que o coração vai sair pela boca quando você vê novamente aquele que é o dono do seu amor!

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Marujos que Amamos (L)




Meninas, a idéia da Juli virou postagem.
Espero que gostem.

;**

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Vanessa e Wemerson - 1 ano de namoro S2

Bom meninas, já contei a história de muitas aqui nesse blog. Está na vez de vocês saberem a minha.

Muitas vão pensar que essa é uma história de amor. Eu prefiro citar como uma história “insana”.

Entramos no Cefet em 2005. A gente não se falava, aliás, pra ser bem franca eu nem se quer via ele no 1° ano. Enfim... o tempo foi passando ate que um dia ele me add no Orkut. Daí o meu grupo (The Pink’s / The Princess) começou a se aproximar do dele (Potatos). Falávamos só o necessário um com o outro, mas mesmo assim ele pediu pra ficar comigo (no natal de 2006), e eu neguei. XD

Nossa, eu achava ele muito cachorro, e me baseava nisso no que todo mundo falava dele. A amizade continuou normalmente. Não falei pra ninguém do pedido dele, e assim a vida continuou.

Eu comecei a namorar um garoto do Cefet. Tempos depois ele começou a namorar também (um namoro a distância por sinal). Sete meses depois eu término com o guri. O Wemerson até me consolou alguns meses antes da sua partida pra EAMSC.

O tempo foi passando e a minha ferida cicatrizando aos poucos, ate que chegou o dia dele ir pra Floripa. Caraça, cheguei 5 minutos antes dele embarcar. Dei um bom abraço nele e me despedi. Sempre mandava scrap pra ele e ele pra mim, e assim foi durante um bom tempo...

Ate que um dia eu acordei, como um dia daqueles que você pensa que só vai à escola, volta pra casa, almoça, leva a irmão no colégio e fica a noite toda no MSN. Foi numa dessas horas da noite que alguém entrou e fez a conversa ficar interessante até as 5h da matina!

Era um (até então) amigo que tinha ido pra Santa Catarina a mais ou menos uns 3 meses. Apesar desse tempo todo sem falar com ele, ainda continuava a mesma pessoa (só que mais musculoso ^^). Conversamos durante horaaas, tempo esse muito produtivo. Chegou até a lembrar de coisas que eu usava antes mesmo da gente se falar (tipo meu pompom cor de rosa e minha mochila de ursinho – abafa! ¬¬ ). Nossa, e ele falava de tudo com uma riqueza de detalhes que só me surpreendia cada vez mais. Porém havia um impasse no meu encantamento por ele... ainda estava namorando =/

Fiquei pensando muito naquela conversa com ele. Descobri que eu conhecia alguém que eu pensava que conhecia. Affs! Como ele era fofo! =’)

Bom, ele não estava muito bem com a namo dele, mas mesmo assim ainda aconselhei ele a tentar com ela.

Tinha chegado o feriado de 1° de maio (que caiu numa quinta) e sexta não teve trabalho, só que esqueceram de avisar isso.. ¬¬ Quando tava indo trabalhar fui pensando o caminho todo, e tinha decidido que eu não iria tentar com ele. Não tinha cabimento eu ficar com alguém que tava no outro extremo do País, além do mais ele tava comprometido. Decidi falar logo pra ele, e fiquei esperando no MSN. Pra minha surpresa quando ele entra e me conta que terminou com a namorada dele.

Putz, meu mundo caiu! Não sabia mais o que falar e nem o que fazer. Só me restou esperar o recesso no meio de maio pra gente conversar pessoalmente. Mas enquanto o marujo não chegava, só restava conversar no MSN. E cada vez mais ele ia fazendo eu conhecer ele e gostar do que tava conhecendo.

O dia 16 de maio chegou. Não fui buscar ele no aeroporto porque no fundo pensei que seria melhor a gente se ver primeiro quando estivéssemos sozinhos, sem a família dele e nossos amigos.

Marcamos pra sair no outro dia (sábado) na frente do bosque. Vale ressaltar que ele chegou MEIA HORA ATRASADO! Affs, olha o que ele fez comigo no primeiro encontro.. :/

Até que ele desceu do bonde e veio andando todo errado na minha direção. Pediu desculpas pelo atraso e começou a se explicar. Mal ele começou e comecei a por os meus braços no pescoço dele, a chegar cada vez mais perto da boca dele... ^^ tadinho, ele começou a gaguejar, depois parou de falar e a gente se beijou. =) Beijo digno do momento mais marcante da minha vida. Daí em diante foi eu que fiquei toda errada.. putz! Olha com quem eu tava ficando.. um garoto que eu sempre achei bossal, metido, cachorro (enfim..). quando um dia eu imaginaria que beijaria ele.

Continuamos o nosso passeio. Não sei descrever bem as minhas expectativas naquela hora. Acho que eu estava pensando só que a gente ia ficar, que ele ia embora e que tudo voltaria ao normal. Pois eu estava errada. Não sei o que me fez aceitar aquele pedido se nós mal tínhamos ficado. Acho que umas 2 horas depois do primeiro beijo ele me pediu em namoro. Tentou falar meu nome completo e nem sabia... ^^

Hoje não vivo só um namoro, e sim um constante aprendizado. Foi ele que me deu o roteiro da minha vida, e me faz (não importa os quilômetros de distância) a mulher mais feliz que pode existir.

Eu amo você Txuco... (desculpem meninas...) meu marujo + ninduuuh do universo

Pra sempre vai existir esse nosso amor... o nosso amor insano... =)

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Gabrielle e Eduardo – 2 anos e 7 meses


A Gabi e o Edu se conheceram na escola, pois ele pediu transferência por causa de uma menina que ele era a fim. Por intermédio do destino ele caiu na sala da Gabrielle e desde desse dia eles brigavam, e brigavam muito. Mas, como todos sabem, quem muito briga quer casar. ^^ Mas dias e dias se passam e você vai percebendo que nem sempre a primeira impressão é a que fica. Ele fazia parte do grupo de química dela e então o contato com a Gabi era inevitável. Daí a amizade cresceu e se fortaleceu, de um jeito que ele se tornou o melhor amigo dela. Conversavam sobre tudo, ficavam de xaxo (poisé, eu também me enrolei na palavra, xaxo pra quem não sabe é ficar andando abraçadinho, um rolinho inocente ^^). A Bibi começou a perceber que estava a fim dele, mas ele era enrolado com a tal guria. Mas conversa vai no telefone, no msn no Orkut até que um dia eles ficaram (escondidos). E foi assim por algum tempo até a Gabi encostar ele na parede e mandar a velha frase... “ou ela, ou eu!”. O prazo pra ele responder era de uma semana, mas para a surpresa da Gabrielle ele já tem uma resposta dois dias depois. A Bibi sentiu que ele tinha decidido pela outra, mas não, a escolhida foi ela. Uma semana depois, na casa dele, ele a pediu em namoro ('godah quer namorar comigo'). Sabe o que é mais engraçado, tava tendo churrasco (poiseh, Bia, que nem a sua história ^^ Êta povo que gosta de churrasco XD) e todos que estavam lá ficaram logo sabendo do mais novo casal que começou com brigas e mais brigas na sala de aula, e hoje são apaixonadeessimos um pelo outro. Detalhe: a fotinho é do 1° dia de namoro deles. =) Gabrielle e Juliete estão de parabéns pelas suas histórias, fico muito feliz em saber que entre vocês não há nada que os separem. Afinal, não são pra todas que competem o cargo de ‘mulher de marujo’. Que vocês sigam sempre em frente e cada dificuldade se torne uma experiência.. =)

terça-feira, 5 de maio de 2009

Juliete e Felipe – 10 meses


Meninas, hoje vamos fazer um pouquinho diferente. Vão ser contadas duas história (a da Gabi e a da Ju). As duas fazem aniversário no mesmo dia...

A história da Ju posso dizer que é a mais louca de todas. Pra vocês terem uma noção começou numa sala de papo que depois (claro) houve troca de msn. Aliás, quem, nunca teve aquele receio da pessoa do outro lado do PC está mentindo sobre o que ela é. A Juliete teve o mesmo medo, mas mesmo assim foi se encontrar com o Felipe, 2 dias antes dele ir pra EAMSC (Escola de Aprendizes de Marinheiro de Santa Catarina). Mas o destino não foi muito a favor desse romance, pois o encontro não aconteceu. Até que o dia da viagem chegou e o Fê foi embora sem se despedir de alguém que só conhecia no PC... :/

Eles ficaram muito tempo sem se falar (adaptação naquela escola é difícil pra qualquer um...). Mas nem por isso a Juli perdeu a esperança. Uma noite dessas que a gente não espera nada acontecer o Felipe entrou no msn. Foram hooooras batendo papo pelo msn. Aliás, foi pelo msn mesmo que ele pediu a Juliete em namoro =) Mas o namoro só foi selado de verdade no recesso de julho, que foi quando eles se viram pela primeira vez (louco né?).

No final do ano, na formatura da turma de 2008 a Ju não pode ir. A formatura dela estava marcada na mesma semana da dele... Mas o coração dela não deixou de estar com ele e vice versa... =)

Vai fazer 1 ano em julho que os dois estão namorando (aliás, vai ter postagem especial ^^) e o casório vai sair logo =D

Quem diria em meninas, que aquele cara que um dia você conheceu na net ia se tornar o homem da sua vida.. =)